Instituição Sindical
04/10/2015

Instituição Sindical

A tempos acompanho essa campanha recorrente e sistemáticas de desconstrução das ações coletivas feitas pelos grupos de poder no Brasil atual. As críticas à ação sindical no País ou no exterior defendem a ideia de que os sindicatos são incapazes de perceber as alterações no mundo do trabalho. No meu entender, é uma ideia delirante neoliberal do capitalismo cujo objetivo é eliminar o espaço à instituição sindical e ter o caminho suave para exploração do trabalhador. E vejo que, e tempo de Pandemia, o intento mostra as sequelas que geram para os que exercem a força no trabalho.
Ao discorrer sobre o contexto da pandemia nos EUA, o prêmio Nobel de Economia, Joseph Stiglitz, ressaltou a importância dos sindicatos no combate da crise sanitária apontando que onde havia a entidade de defesa do trabalhador, havia mais mais máscaras, mais equipamentos de proteção individual. E tenho visto a mesma realidade no Brasil em relação aos sindicatos daqui.
Na visão de Stiglitz, e concordo com a economista, as experiências bastam para mostrar a importância, o papel crítico que os sindicatos desempenharam na gestão da crise sanitária. Ele ainda analisou as consequências do desemprego na Pandemia, apontando a aceitação dos trabalhadores aos cortes e as dificuldades do processo de negociação coletiva. Também acredito que nesse cenário, a única proteção contra esse tipo de exploração são os sindicatos.
Hoje, no Brasil e no mundo, a luta do movimento sindical é enorme, além das batalhas diárias para se defender o direitos dos trabalhadores, todos os dias vemos o coronavírus tirar a vida de inúmeros dirigentes sindicais, enfraquecendo a representação. Mas o País é na sua maioria de trabalhadores, sempre surgirá novas lideranças, e há a garra de manter as que existem.
Os trabalhadores jamais devem se esquecer de que os direitos conquistados para os trabalhadores foram frutos das lutas sindicais.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *