Minhas Lutas

Escolhi o direito como ferramenta principal nas intervenções em busca de justiça às lutas dos trabalhadores, das instituições sindicais, dos movimentos sociais. São entidades que precisam de um braço jurídico empático com as suas causas, sou comprometido com essas lutas pela minha origem e identidade.

Imersão nos casos

Busco em minhas ações, seja de corpo presente ou não, atuar nas batalhas dos trabalhadores pelos seus direitos, entre eles, o recurso de Greve por melhores condições de trabalho e salários. Entre às inúmeras lutas destaco as defesas dos funcionários da Companhia Siderúrgica Paulista (Cosipa) em 2007, e dos professores da rede municipal de ensino de Curitiba, em 2010.

Reparação Humanista

Sou defensor da necessidade de reparação histórica, seja financeira ou territorial dos povos indígenas, vítimas de genocídio no País, e dos africanos escravizados no Brasil. É real às dificuldades que passam hoje seus descendentes devida injustiça e desumanidade histórica. Como presidente da Comissão Igualdade Racial de Guarulhos mediei, em 2019, rodas de conversas sobre os problemas enfrentados por esses povos.

Organização sindical

Não apenas defendo os trabalhadores, uso o direito também para ajudar na organização democrática das entidades sindicais, atuando como consultor na realização de eleições de suas diretorias. Até hoje já fiz 200 eleições sindicais. Viajo pelo País dando assessoria na criação de entidades e nas eleições para formação de suas diretorias.

Movimento Negro

A minha identidade negra me acompanha seja como advogado, profissão que abracei, como cidadão, pai, marido. Não vejo outro caminho senão, sempre, pela luta coletiva para mudar a realidade da raça negra no País e no mundo. Sou resultado das batalhas feitas pelo movimento negro que entre suas conquistas está a inserção da negritude no processo educacional do Brasil.